Raiz-forte, Meerrettich, Kren, Chrein, Chrain, כריין...
Raiz-forte, Meerrettich, Kren, Chrein, Chrain, כריין…

Raiz-forte , muitos nomes e muitas histórias !  Quando criança  só conhecia por Meerrettich ou Raiz-Forte, depois com amigos poloneses e lituanos tomei contato com os outros inúmeros nomes pelos quais esta fantástica planta é chamada como Kren, Chrein, Chrain ou ainda כריין ( Yiddish ).

Armorácia é o gênero botânico a que pertence a raiz-forte, espécie representativa do gênero e que é também conhecida pelo nome de rábano-bastardo, rábano-de-cavalo, rábano-picante, rábano-rústico, rábano-silvestre, rábano-silvestre-maior, rabão-silvestre, rabão-rústico, rabiça-brava, rabo-de-cavalo ou saramago-maior, cujo nome científico é Armoracia rusticana (ou Cochlearia armoracia, Armoracia lapathifolia, Nasturtium armoracia, Radicula armoracia ou Rorippa armoracia). 1

Antes da chegada das pimentas e especiarias na Europa, raiz-forte e mostarda eram os condimentos picantes mais usados no preparo de carnes e peixes. Muito comum em toda Europa, é utilizada ralada ( fresca ) ou em pó (seca ).

Raiz-forte com beterraba / Rote Bete mit Meerrettich / Rote Beet Kren
Raiz-forte com beterraba / Rote Bete mit Meerrettich / Rote Beet Kren

Além do uso em carnes e peixes defumados, é muito comum a sua mistura com beterraba, onde é companhamento obrigatório do Gefilt Fish / Gefüllte Fische , prato típico da cozinha  judaica da Europa Central e Oriental ( Ashkenazi ). Outra variante muito apreciada é o Apfelkren ( raiz-forte com maça), parceiro oficial do Taflespitz Vienense.

- Raiz-forte não é wasabi e vice -versa – 

Raiz-forte não é wasabi, apesar de muitas semelhanças e de serem da família das Brassicaceae ( que incluem  o repolho, a couve, o nabo e a mostarda ) o wasabi é outro vegetal, caro e raro. Sem querer estragar com alegria de ninguém, na maioria dos restaurantes japoneses em que é servido o wasabi, trata-se de raiz-forte tingida de verde ( corante alimentício ). E mesmo aquele wasabi que vem no tubinho plástico verde, facilmente achado nos supermercados é uma mistura de raiz-forte, açafrão, espessantes e corantes. Para  saber mais sobre o verdadeiro wasabi recomendo esta ótima matéria de Cíntia Bertolino e Paula Moura para o Blog Paladar do Estadão : Isto é wasabi.

1. Raiz-forte – Wikipédia, a enciclopédia livre